sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Sketch - 24horas, um Incómodo





Redacção do Jornal 24 horas, gabinete do redactor – Dia.

O Redactor do jornal distribui as notícias e reportagens pelos jornalistas, sentados à sua frente pela sala.

REDACTOR

Ora bem... “pai que mata a filha à paulada, depois de a deixar ver o seu filme preferido”, GARCIA, isto é a tua cara!

“Elsa Raposo aborta de novo e engorda 37 quilos, desta vez não opta pelo suicídio”, MÓNICA e CLÁUDIO, é a vossa praia!

Vais cobrir o workshop de pugilismo do Sá Pinto, MARINHO. Tá bom? Cuidado, leva soqueira e mascarilha...

GERVÁSIO, ficas com o tipo que morreu depois de ver o Avatar, k?

Pá e por último: ARMANDO, ficas com o casamento homossexual. Desculpa lá pá, mas vai ter que ser... A semana passada foi o GERVÁSIO que ficou com as escutas e não se queixou... Vais levar o BOTELHO contigo (paraplégico).

Vá lá, pessoal. Bom trabalho!


Todos na sala parecem ficar satisfeitos com as tarefas distribuídas pelo chefe, excepto o ARMANDO.

Quando todos se começavam a levantar e se preparavam para abrir a porta e sair, ARMANDO não se contendo e visivelmente inconformado, sem poder aguentar mais as injustiças de que é alvo, comenta em voz baixa com MÓNICA (a boazona da redacção), assumindo que ela também está incrédula com a situação.

ARMANDO

Isto realmente anda mesmo mal, não tinha que aturar estas merdas na TV 7...


Mónica faz um ar surpreendido e tenta desmarcar-se de Armando, para não ficar associada à sua revolta.

MÓNICA

Desculpa?


ARMANDO

Revolta-me tipos como este chegarem aqui e começarem a armar-se em espertos.


Já toda a gente percebeu que algo se passa com o ARMANDO e o REDACTOR acaba por ouvir o seu comentário.


REDACTOR

Armando, disseste alguma coisa?

ARMANDO

Não, nada de importante...

REDACTOR

Não, diz lá... A mim pareceu-me importante. Partilha com os teus colegas o que disseste.

ARMANDO

Queres mesmo que diga? E porque é que não hei de dizer? Devias era agradecer, estou farto de aguentar o forte por ti! Sou o único que tem aliviado o motim do pessoal...

REDACTOR

O forte? Motim? Mas qual é afinal o teu problema comigo? Fazias melhor em dizer tudo na cara e não andar aí com comentários... Não vou tolerar isto.

ARMANDO

Eu sou apenas a voz do povo, meu caro...

REDACTOR

A voz do povo? Ah sim, e quem é que está contigo?


Instala-se um silêncio desconfortável. Ninguém está com o ARMANDO. Ele vira-se para MÓNICA.


ARMANDO

Agora não dizes nada, não é? Não queres falar do assédio de que foste alvo na cafetaria? De quando te aliciou para ires para casa dele? Sabes mesmo como meter medo às pessoas, meu pequeno violador...


MÓNICA

De que é que estás a falar? Ele pediu-me para ficar a tomar conta da filha dele, porque o José (NOME PRÓPRIO DO REDACTOR)e a mulher tiveram que ir ao enterro do tio em Trás-os-Montes...

ARMANDO

Mas quando te pedi para tomares conta do meu mais novo, já não foste tão simpática, não foi?

MÓNICA

Por amor de Deus, o teu filho tem 27 anos...

ARMANDO

Mas sente-se sozinho porque é homossexual! Sem ofensa, Cláudio. Sabes que sou a favor da integração da vossa raça...

Mas não é esta a questão? Olha para o que é que estás a fazer a este jornal? Isto é uma cabala contra mim, fico sempre com estas notícias ridículas sobre direitos humanos e catástrofes naturais? Eu sou um tipo de pormenores, um contador das estórias de cada um de nós. Eram estes os meus ideais quando entrei para aqui. Na TV7 era o herói das separações de celebridades, e olhem o que me aconteceu agora. Não vêem que isto já aconteceu antes com os grandes génios: o Galileu foi mandado para a câmara de gás!

GERVÁSIO

Foi para a fogueira!

ARMANDO

Whatever!

Como é que me podes dar o casamento de homossexuais quando sabes que dava tudo para cobrir o topless da Marta Leite e Castro? Ainda por cima tens o Cláudio que não se importa de fazer esse trabalho sujo!

Sabes perfeitamente que preferia o da Elsa!

REDACTOR

Mas tu detestas a Elsa Raposo!


ARMANDO

Errado! Detesto é o azar que ela tem na vida. Há pessoas que não conseguem alcançar a felicidade e isso dá cabo de mim.

E depois como é que dás a notícia do Avatar ao Gervásio? Eu adorei o Avatar, caraças!

És um líder sem sentimentos, um insensível. Mandas-me ir com o Botelho, sabendo perfeitamente que me incompatibilizo a trabalhar com ele. Tenho problemas de coluna e não posso estar a carregar com ele de escada em escada.

Isto é de mais! Para mim chega! Demito-me e era isso que vocês todos deviam fazer. Mónica, não desistas de lutar! Até à vista, companheiros.

Fica tudo em silêncio. Armando sai, olhando para trás na esperança que alguém o siga mas ninguém o faz, até que Mónica o chama.

MÓNICA

Armando! Espera...

ARMANDO

Eu sabia! Segue-me, vamos conquistar o mundo!

MÓNICA

Não é bem isso. Essa caneta é minha, podes devolver-ma?

Sem comentários:

Enviar um comentário